="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">
 
Buscar
  • Ivan Kleber

PONTOS DE DROGAS E CIÚMES MOTIVARAM MORTE DE COLOMBIANO EM GOIÂNIA


PONTOS DE DROGAS E CIÚMES MOTIVARAM MORTE DE COLOMBIANO EM GOIÂNIA


Ciúmes de uma ex-namorada e disputa por ponto de venda de drogas, segundo a Polícia Civil, motivaram, em 25 de abril passado, o assassinato, no Setor São José, em Goiânia, do colombiano Valentim Rodrigues Cueni, de 41 anos. Apontado como autor do crime, Júnior Borges Mesquita, de 30 anos, que já tem condenações por tráfico, roubo, furto, e receptação, foi preso temporariamente.

.

O assassinato chamou a atenção pelo fato do colombiano, que morava no Brasil há mais de 15 anos, ter sido abordado e baleado quando carregava nos braços uma filha que comemorava um ano de vida naquele dia. Ao analisar câmeras de segurança da região, os agentes da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH) descobriram que o atirador usava uma tornozeleira eletrônica.

.

“Durante as investigações nós descobrimos que o Júnior Borges já estava revoltado pelo fato do colombiano estar vendendo drogas em uma área que seria dele, e decidiu cometer o crime depois que sua namorada o deixou para reatar com o Valentim, com quem ela já havia morado durante 10 anos, e teve três filhos”, descreveu o delegado Rhaniel Almeida, adjunto da DIH.

.

Júnior Borges, ainda de acordo com o delegado, já era considerado foragido da justiça, uma vez que após o crime deixou descarregar a tornozeleira eletrônica que o monitorava. Ele agora responderá, preso, por homicídio qualificado, crime que tem pena, de seis, até 20 anos de reclusão.

13 visualizações0 comentário