="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">
 
Buscar
  • Ivan Kleber

Policial penal da Papuda morre vítima do coronavírus no Distrito Federal

P

olicial penal da Papuda morre vítima do coronavírus no Distrito Federal Ele estava internado no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), em estado gravíssimo, e morreu na manhã deste domingo (17/05) Um policial penal lotado na Penitenciária do Distrito Federal, no Complexo Penitenciário da Papuda, morreu vítima do novo coronavírus na manhã deste domingo (17/05). A informação foi confirmada ao Metrópoles pelo titular da Subsecretaria do Sistema Penitenciário do DF (Sesipe), delegado da PCDF Adval Cardoso de Matos. O policial estava internado no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), em estado gravíssimo. Na última semana, após sofrer parada cardiorrespiratória, ele foi reanimado pela equipe médica da unidade de saúde. Coronavírus O número de casos confirmados do novo coronavírus no sistema prisional do DF foi atualizado na sexta-feira (15/05). Segundo boletim epidemiológico mais recente, as penitenciárias da capital do país já somam 681 infectados, entre policiais penais e detentos. Do total, 493 casos são de presidiários diagnosticados com a Covid-19. Os outros 191 registros referem-se a agentes penitenciários que testaram positivo para o vírus. Há 81 policiais penais curados da doença no DF. Até a última sexta, cinco policiais penais permaneciam internados com Covid-19 em hospitais do DF. Dois no Hospital Regional da Asa Norte (Hran) e três na rede hospitalar particular da capital do país. Os demais apresentam sintomas moderados e foram afastados das atividades. O Distrito Federal registrava até este sábado (16/05), 55 mortes em decorrência do novo coronavírus. Uma mulher de 84 anos morreu no Hospital Universitário de Brasília (HUB). Moradora de Ceilândia, a idosa foi internada no último dia 9, mas não resistiu à Covid-19 e faleceu nessa sexta-feira (15/05). O caso foi divulgado no sábado. De acordo com informações da Secretaria de Saúde do DF, a vítima não tinha comorbidades, o que poderia agravar o quadro da doença. Ela está entre as 4.140 pessoas infectadas no Distrito Federal pelo novo coronavírus, segundo balanço mais recente da pasta.

8 visualizações0 comentário