="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">
 
Buscar
  • Ivan Kleber

Filha de 15 anos tenta matar a mãe a marteladas e sai rindo após ataque.




De acordo com as investigações, adolescente teve a ajuda de um primo que estrangulou a vítima.


A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) concluiu as investigações referentes à tentativa de homicídio de uma mulher, de 51 anos. A filha da vítima, de 15, e um sobrinho, de 18, são os investigados suspeitos de dopar, estrangular e desferir golpes com um martelo contra a cabeça da vítima.


As informações foram repassadas pela polícia na tarde desta segunda-feira (17/5).


O crime ocorreu em 5 de maio, no distrito de Junco, em Malacacheta, Vale do Mucuri. Na ocasião, a Polícia Militar localizou os suspeitos, sendo o rapaz preso e a adolescente apreendida.


De acordo com as investigações da polícia, a adolescente havia planejado a morte da mãe com um mês de antecedência. Três dias antes, a jovem contou os planos ao primo, que a auxiliou na execução.


Foi então que, segundo a PCMG, a adolescente deu à mãe uma dose excessiva do medicamento que a vítima fazia uso para dormir.


Em seguida, o primo usou a alça de uma bolsa para estrangular a tia, enquanto a adolescente, com um martelo, desferiu golpes na cabeça da mãe.


Após a agressão, os primos fugiram, deixando a vítima ensanguentada. Uma testemunha contou à polícia que, nesse momento, os dois passaram rindo pela via principal do distrito de Junco.


Porém, a vítima conseguiu sair de casa e ir até um bar próximo, onde foram acionadas uma ambulância e a Polícia Militar.


O jovem de 18 anos, indiciado pela tentativa de homicídio, está no sistema prisional e a adolescente em unidade socioeducativa.

6 visualizações0 comentário