="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">
 
Buscar
  • Ivan Kleber

Falsa empregada que furtava casas em Vicente Pires é presa em Goiânia



Segundo as investigações, a mulher respondia a anúncios de proposta de emprego de diarista ou cuidadora de idosos postados em plataformas virtuais de compra e venda, afirmando estar interessada na vaga. Quando conseguia o trabalho, aproveitava o descuido dos contratantes para trabalhar e cometia os furtos.



A falsa empregada doméstica investigada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) por furtar três casas em Vicente Pires foi presa, na noite desta terça-feira (28/4), em Goiânia (GO) pela Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), poucas horas depois de os investigadores da 38ª Delegacia de Polícia divulgarem a foto dela como procurada.



Rosimeire Gomes da Cruz e Silva, de 44 anos, usava nomes falsos, como Solange e Rosana, e chegou a mudar de número por várias vezes (foram encontrados com ela 250 chips de celular) para dificultar o trabalho da polícia e evitar que fosse localizada. Segundo as investigações, a mulher respondia a anúncios de proposta de emprego de diarista ou cuidadora de idosos postados em plataformas virtuais de compra e venda, afirmando estar interessada na vaga. Quando conseguia o trabalho, aproveitava o descuido dos contratantes para furtar objetos, jóias e dinheiro logo no início da jornada do primeiro dia de serviço.



Depois do furto, a mulher dava uma desculpa aos patrões para ir embora por volta das 10h e levava os bens roubados. "Normalmente, diz que vai pegar um documento pessoal, que esqueceu no carro, que o filho estaria trazendo para ela", explicou o delegado-chefe da 38ª DP, João Ataliba.


A reportagem entrou em contato com a PMGO, que confirmou a prisão da acusada. Segundo a corporação, os policiais estavam em patrulhamento pelo Setor Parque Tremendão, quando avistaram uma mulher, que demonstrou nervosismo com a aproximação da PM. Ao realizar a abordagem, a equipe constatou que Rosimeire tinha várias passagens pela polícia e estava foragida. Ela foi presa e encaminhada à Delegacia Estadual de Capturas (Decap).

4 visualizações0 comentário