="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">
 
Buscar
  • Ivan Kleber

Casal que praticavam vários roubos em Luziânia é preso pela PCGO




Nesta quarta-feira (03/02), a Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do GEPATRI de Luziânia, prendeu em flagrante dois meliantes que roubaram uma motocicleta, fato ocorrido hoje, por volta de 08 horas da manhã, no bairro Parque Santa Fé (Luziânia).



Os responsáveis pelo crime foram um homem (de 40 anos) e uma mulher (de 23 anos). A vítima relatou diversas agressões e ameaças praticadas pelo casal de assaltantes contra ela durante o roubo. Consta em seu depoimento que, durante o crime, o assaltante gritava para sua comparsa: “Vamos matar ela! Vamos dar um fim nela!”.



As investigações que resultaram nas prisões foram iniciadas pelo GEPATRI imediatamente após a vítima ter registrado a ocorrência na Polícia Civil.



Foram 6 horas de um intenso trabalho de investigação dos policiais civis do GEPATRI de Luziânia, sendo que, ao final, todos os autores foram identificados e presos pelo Grupo de Repressão a Crimes Patrimoniais de Luziânia e a moto que subtraída foi devolvida à vítima.


O preso do sexo masculino tentou fugir quando foi abordado pela polícia. Chegou a invadir a casa vizinha e a ameaçar os filhos da moradora para que ela não informasse aos policiais que ele havia se escondido ali. Mas foi a equipe do GEPATRI conseguiu resolver a situação de crise e prender o meliante que nenhum dano ocorresse à moradora e a seus filhos.



Os dois presos de hoje possuem extensa ficha criminal em Goiás e no Distrito Federal. Ambos já responderam por outros furtos e roubos. A mulher presa já havia, inclusive, perpetrado um outro roubo com um simulacro de arma de fogo.


O preso encontra-se, agora, à disposição do Poder Judiciário.



DIVULGAÇÃO DA IMAGEM AUTORIZADA: Como os autuados são contumazes na prática de crimes patrimoniais, o Delegado de Polícia titular do GEPATRI de Luziânia autorizou, por despacho fundamentado no interesse da investigação, a divulgação da imagem dos presos, com o intuito de que vítimas de outros crimes os reconheçam e comuniquem o fato

452 visualizações0 comentário